domingo, 9 de setembro de 2007

Independente ou Morte! - Serrana



Caminho longo, de pouco mais de 4 horas de viagem ou 315 km. 7 ou 8 pedágios, com 5 pessoas no carro isso mais assustou do que custou, era tipo: "Caraca, outro pedágio!" e 1 real pra cada um. Bom que o caminho é recheado com postos com GNV.

Saímos em 2 carros, e chegamos na hora da pizza lá no parquinho, sede do pessoal do Sindicato do Rock e onde também funciona o CECAC, o pólo cultural de Serrana.
Ficamos hospedados na casa de dois dos integrantes do Sindicato, (Ricardo) Brasileiro e Wendel, e fomos extremamente bem recebidos.

As atividades duraram até altas durante os três dias do festival Independênte ou Morte, acabei voltando um dia antes, mas tem um pessoal que ficou pro último dia. Sortudos.

Acordamos cedo no sábado, e assim conseguimos aproveitar bem o dia. Rolê até uma cachoeirinha, futebol, conspirações mundiais e conhecer a cidade... muito justo.

Teve no começo da noite uma reunião envolvendo o pessoal do Sindicato do Rock, Rock Público (de São Carlos) e os Escarnianos. Trocamos muita experiência sobre as atividades e pensar em planos futuros, como o provável Grito Rock em São Paulo. Aaaahhhhh muleke!

Caiu a noite de fato. Amplis ligados no talo.

O show começa com a galera indo ao delírio com os félas do Íbis (Serrana), que tem esse nome graças ao pior time de futebol do mundo.
Na segunda música já era possível ver o pessoal sendo levantado e jogado pro alto, rodinhas, e a galera pulando que nem maluco. Todos já conheciam a banda de longo tempo, e muitos já haviam tocado com ela... a baixista saia de vez em quando pra encontros de tatuadores e o pessoal que pegava aula no CECAC fazia as pontas como suplente... muito da hora!
A inclusão recente de um teclado levou o pessoal a uma loucura maior do que a costumeira. Dá lhe!

Segundo show teve a presença dos Visitantes, que com seu som redondo abarcaram nas fantasias apocalípticas dos serranos presentes, foi um show fódão que acabei não tendo a oportunidade de ver de perto! aaaaaaaahhhhh q pena!!!! Pelo menos sou dotado de ouvidos, coisa que me refrescou durante o andamento do show. Até tentei pegar a última música, mas Inês jaz.

Fechamento da noite com Flag Pops (Franca) e seu rock bem energizado, pulando de fobia de gente parada, que desde o começo do show já entrou no clima e embalou no rock suado que corria pela sala. Metade covers e metade próprias, escolheram bem o set list ... tocaram até beastie boys!

Voltamos hoje, tranquilamente sem trânsito e reenergizados com tudo que rolou, ano que vem tem o Caipiro Rock por lá, maior evento deles. Aaaaaaaaaiiiiiiii seguuuuuuuuuuuuura!

3 comentários:

Anônimo disse...

loco heina corona!!

hipa!!!

Thianguim

Udjc disse...

pena que vc nao pesenciou a insanidade da udjc! aehuaehu fica pra proxima!

ZûK disse...

PUUUUUUUUUTZZZZ!!!!

Salve galera, sou o guitarrista/tecladista/vocalista da Flag Pops e, putz, fique emocionado, de verdade, ao ver o vídeo da nossa música aqui no blog! Valeu mesmo!

Esse evento foi foda!!! A gente agradece muito a oportunidade! E que venham os próximos!

Grande abraço!!!!! Keep on rock!